Quinta-feira, 26 de Fevereiro de 2009

Senhora partem tam tristes
meus olhos por vós, meu bem,
que nunca tam tristes vistes
outros nenhuns por ninguém.
 

Tam tristes, tam saudosos,
tam doentes da partida,
tam cansados, tam chorosos
da morte mais desejosos
cem mil vezes que da vida.
Partem tam tristes os tristes
tam fora d'esperar bem,
que nunca tam tristes vistes
outros nenhuns por ninguém.
 

 

 

João Roiz de Castel-Branco, Cancioneiro Geral, III, 134

 

  02_20_w.gif (6031 bytes)O saber não ocupa lugar

 

 

O Cancioneiro Geral, publicado por Garcia de Resende em 1516, é o repositório da maior parte da produção poética portuguesa que está entre o fim do período literário medieval e o início do período clássico. Estão representados mais de duzentos poetas, entre eles o próprio Garcia de Resende com as famosas Trovas à morte de Inês de Castro.

 

 

Queres saber mais? Clica aqui



publicado por leraprenderecrescer às 12:42
no Agrupamento de Escolas de Oleiros
mais sobre mim
Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
20
21

22
23
24
25
27
28


links

Contador de acesso grátis